Artigo Biografia Ciência e Tecnologia

Albert Einstein e a forma como vemos o Universo

Compartilhe:

Einstein foi um cientista alemão que transformou a Física. É reconhecido como um dos grandes gênios da humanidade e nos deixou ferramentas para explicar alguns dos fenômenos mais complexos do Universo.

Um pouco sobre sua história

Nasceu em 1879, na cidade de Ulm, na Alemanha. Apesar de não se dar bem na escola, devido não concordar com os métodos de ensino da época, se destacava em matemática e física. Aos 16 anos – 2 anos abaixo da média – tentou ingressar na Escola Politécnica de Zurique, Suiça, mas foi reprovado devido às matérias de humanas. Dois anos depois, finalmente conseguiu passar.

 

Foto de Albert Einstein
Albert Einstein

 

Na faculdade, faltava muito às aulas e era rebelde, conseguindo poucas recomendações dos professores. Após formado, teve dificuldade para conseguir emprego, se estabelecendo finalmente em um escritório de patentes em Berna. Aproveitando seu tempo livre para fazer pesquisas, formulou a teoria que seria uma verdadeira revolução para a Física.

A teoria que mudaria tudo

A famosa Teoria da Relatividade, inabalável até hoje, mudaria a forma como vemos o Universo. Aspectos básicos como tempo e espaço que pareciam tão intuitivos se mostraram mais complexos.

 

Espaço e Tempo no Universo
Espaço e Tempo são Relativos

 

Para a Mecânica Clássica de Newton, tempo e espaço eram conceitos independentes e absolutos. Como numa linha reta, o tempo passaria por passado, presente e futuro inevitavelmente nesta ordem. Corpos poderiam acelerar-se indefinidamente.

Einstein revolucionou estes conceitos quando disse que espaço e tempo estão conectados e são inseparáveis, são relativos. Formulou equações que mostrariam que o tempo depende da velocidade de um corpo. Para corpos em maiores velocidades, o tempo passaria mais devagar.

Um clássico exemplo é do viajante espacial que, ao retornar à Terra, veria que seus filhos estão mais velhos do que ele. Parece absurdo? Novas evidências de que Einstein estava certo vem surgindo há mais de um século.

Ondas Gravitacionais: a mais recente evidência

Einstein havia previsto que corpos de grande massa (como buracos negros) criariam ondas que se propagariam no espaço-tempo. O físico acreditava que seria impossível detectar estas ondas aqui na Terra, devido a distância da sua origem.

Em 2016 os cientistas anunciaram a primeira detecção de tal fenômeno, as chamadas Ondas Gravitacionais. Mais do que uma evidência a favor de Einstein, foi aberta uma nova forma de investigar o Universo.

Einstein e a construção da Bomba Atômica

Durante a Segunda Guerra Mundial, Einstein enviou uma carta ao então presidente dos Estados Unidos alertando-o sobre o perigo de uma nova arma de destruição catastrófica. Tratava-se da bomba atômica. A intenção do físico era que o presidente iniciasse pesquisas sobre o armamento, temendo que os alemães o desenvolvessem primeiro.

Após a destruição de Hiroshima e Nagasaki, no Japão, Einstein se sentiu profundamente arrependido:

“Eu cometi o maior erro da minha vida, quando assinei a carta ao Presidente Roosevelt recomendando que fossem construídas bombas atômicas”

 

A explosão da Bomba Atômica
Bomba Atômica

 


Compartilhe:
Daniel Oliveira Paixão
Estudante de Engenharia de Sistemas, concurseiro e, nos tempos livres, blogueiro. Gosto de postar sobre assuntos diversificados e levo a vida no bom humor!
https://www.mitrolaki.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *